Capela Santa Maria das Vitórias

Missa no rito romano tradicional em Anápolis

Tratado dos hábitos

Depois dos atos e das paixões, devemos tratar dos princípios dos atos humanos. Primeiro, dos princípios intrínsecos. Segundo, dos princípios extrínsecos. Ora, o princípio intrínseco é a potência e o hábito. Mas como na Primeira Parte já tratamos das potências (q. 77, sqq.), resta agora tratar dos hábitos.

Primeiro, em geral. Segundo, das virtudes, dos vícios e dos outros hábitos semelhantes, que são os princípios dos atos humanos.

A respeito dos hábitos em geral, quatro pontos devemos considerar. Primeiro, da substância dos hábitos. Segundo, do sujeito deles. Terceiro, da causa da geração, do aumento e da corrupção dos mesmos. Quarto, da distinção entre eles.

Questão 49: Da substância dos hábitos.
Questão 50: Do sujeito dos hábitos.
Questão 51: Da causa dos hábitos quanto à geração deles.
Questão 52: Do aumento dos hábitos.
Questão 53: Da diminuição e da corrupção dos hábitos.
Questão 54: Da distinção dos hábitos.