Capela Santa Maria das Vitórias

Missa no rito romano tradicional em Anápolis

Questão 39: Das Pessoas referidas à essência.

Depois de termos tratado, em absoluto, das Pessoas divinas, resta tratar das Pessoas referidas à essência, às propriedades e aos atos nocionais, e das relações delas entre si.

Ora, na primeira destas questões discutem-se oito artigos:

Art. 1 – Se em Deus, essência é o mesmo que Pessoa.
Art. 2 – Se devemos dizer que as três Pessoas são de uma só essência.
Art. 3 – Se os nomes essenciais, como o de Deus, se predicam das três Pessoas no singular ou plural.
Art. 4 – Se os nomes essenciais concretivos podem ser supostos pela Pessoa, de modo a ser verdadeira a proposição seguinte: Deus gerou a Deus.
Art. 5 – Se os nomes essenciais tomados em abstrato podem ser supostos pela Pessoa, de modo a ser verdadeira a proposição: a essência gera a essência.
Art. 6 – Se as Pessoas podem ser predicadas dos nomes essenciais concretos, de modo a dizermos: Deus é as três Pessoas ou a Trindade.
Art. 7 – Se os nomes essenciais devem ser apropriados às Pessoas.
Art. 8 – Se os nomes essenciais são convenientemente atribuídos ou apropriados às Pessoas pelos santos doutores.