Capela Santa Maria das Vitórias

Missa no rito romano tradicional em Anápolis

Tratado De Deo Uno

O principal intento, pois, da doutrina sagrada é transmitir o conhecimento de Deus, não somente enquanto existente em si, mas ainda como princípio e fim dos seres, e, especialmente, da criatura racional, como é claro pelo que antes se disse. Ora, pretendendo fazer a exposição desta doutrina, 1o. trataremos de Deus; 2o. do movimento da criatura racional para Deus; 3o. de Cristo que, enquanto homem, é via para tendermos a Deus.

Mas a consideração sobre Deus será tripartida. Assim, 1o. trataremos do que pertence à essência divina; 2o. do que pertence à distinção das pessoas; 3o. do que pertence à processão, que de Deus têm as criaturas.

Sobre a essência divina, porém, devemos considerar: 1o. se Deus existe; 2o. como é, ou antes, como não é; 3o. devemos considerar o que pertence à operação de Deus, a saber, a ciência, a vontade e o poder.

Na primeira questão discutem-se três artigos:

Questão 2: Deus existe?
Questão 3: Da simplicidade de Deus
Questão 4: Da perfeição de Deus
Questão 5: Do bem em geral
Questão 6: Da bondade de Deus.
Questão 7: Da infinidade de Deus.
Questão 8: Da existência de Deus nas coisas.
Questão 9: Da imutabilidade de Deus.
Questão 10: Da eternidade de Deus.
Questão 11: Da unidade divina.
Questão 12: Como Deus é conhecido por nós.
Questão 13: Dos nomes divinos.
Questão 14: Da ciência de Deus.
Questão 15: Das idéias.
Questão 16: Da Verdade
Questão 17: Da falsidade
Questão 18: Da vida de Deus.
Questão 19: Da vontade de Deus.
Questão 20: Do Amor de Deus.
Questão 21: Da justiça e da misericórdia de Deus
Questão 22: Da providência de Deus
Questão 23: Da Predestinação.
Questão 24: Do Livro da Vida
Questão 25: Da Potência divina.
Questão 26: Da beatitude divina.