Capela Santa Maria das Vitórias

Missa no rito romano tradicional em Anápolis

Questão 50: Da substância dos anjos em absoluto.

Em seguida deve-se tratar da distinção entre a criatura corpórea e a espiritual. E, primeiro, da criatura puramente espiritual chamada anjo na Sagrada Escritura. Segundo, da criatura puramente corpórea. Terceiro, da criatura composta de corpo e espírito, que é o homem.

Quanto aos anjos, pois, deve-se tratar primeiro, do que lhes pertence à substância. Segundo, do que lhes pertence ao intelecto. Terceiro, do que lhes pertence à vontade. Quarto, do que lhes pertence à criação.

Quanto à substância, esta deve ser considerada em absoluto e por comparação com os corpos.

Sobre a substância deles em absoluto cinco artigos se discutem:

Art. 1 — Se o anjo é absolutamente incorpóreo.
Art. 2 — Se o anjo é composto de matéria e forma.
Art. 3 — Se é grande o número dos anjos existentes.
Art. 4 — Se os anjos diferem pela espécie.
Art. 5 – Se os anjos são incorruptíveis.