Capela Santa Maria das Vitórias

Missa no rito romano tradicional em Anápolis

Questão 63: Da malícia dos anjos quanto à culpa.

Em seguida, devemos considerar como os anjos se tornaram maus. E primeiro, quanto ao mal da culpa. Segundo, quanto ao mal da pena.

Sobre o primeiro ponto nove artigos se discutem:

Art. 1 — Se pode haver nos anjos o mal da culpa.
Art. 2 — Se nos anjos pode haver somente os pecados da soberba e da inveja.
Art. 3 — Se o diabo desejou ser como Deus.
Art. 4 — Se alguns demônios são naturalmente maus.
Art. 5 — Se o diabo, no primeiro instante da sua criação, foi mau por culpa da própria vontade.
Art. 6 — Se mediou alguma demora entre a criação e a queda do anjo.
Art. 7 — Se o anjo supremo, dentre os que pecaram, era o supremo de todos.
Art. 8 — Se o pecado do primeiro anjo foi causa de outros pecarem.
Art. 9 — Se mais anjos pecaram do que perseveraram.