Capela Santa Maria das Vitórias

Missa no rito romano tradicional em Anápolis

Art. 4 – Se todos são obrigados a oferecer sacrifícios.

O quarto discute–se assim. – Parece que nem todos estão obrigados a oferecer sacrifícios.

1. – Pois, diz o Apóstolo: Quanto a lei diz, aqueles que debaixo da lei estão o diz. Ora a lei sobre os sacrifícios não foi estabelecida para todos, mas só para o povo Judeu. Logo, nem todos estão obrigados a oferecer sacrifícios.

2. Demais. – Os sacrifícios oferecem–se a Deus com alguma significação. Ora, nem todos podem compreendê–la. Logo, nem todos estão obrigados a oferecê–las.

3. Demais. – Chamam–se sacerdotes os que oferecem sacrifícios a Deus. Ora, nem todos são sacerdotes. Logo, nem todos estão obrigados a oferecer sacrifícios.

Mas, em contrário, oferecer sacrifício é preceito da lei natural, como já se estabeleceu. Ora, aos preceitos da lei natural todos estão obrigados a obedecer. Logo, todos estão obrigados a oferecer sacrifícios a Deus.

SOLUÇÃO. – Há duas formas de sacrifícios. Uma, a principal, é o sacrifício interno, a que todos estão obrigados; pois, todos estamos obrigados a oferecer a Deus um espírito devoto. A outra é o externo, que se divide em duas. Pois, há uma forma desse sacrifício merecedor de louvores, por oferecer um objeto externo a Deus como protesto da nossa sujeição a ele. E esse obriga tanto os que vivem sob o domínio da lei nova como os que vivem sob o da antiga, mas diferentemente daqueles que não estão sujeitos a elas. Pois, os primeiros estão obrigados a oferecer determinados sacrifícios, conforme aos preceitos da lei. Mas, os segundos só estavam obrigados a certas práticas externas em honra de Deus, de acordo com as exigências do meio que viviam, sem o estarem a nenhuns sacrifícios determinados. Quanto aos sacrifícios exteriores, quando os atos externos das outras virtudes são aplicados a reverenciar a Deus, certos são de preceitos e a esses todos estão obrigados; certos são superrogatórios e a esses nem todos o estão.

DONDE A RESPOSTA À PRIMEIRA OBJEÇÃO. – Nem todos estavam obrigados aos sacrifícios determinados preceituados na lei; mas o estavam a certos interiores ou exteriores, como se disse.

RESPOSTA À SEGUNDA. – Embora nem todos conheçam explicitamente a virtude dos sacrifícios, conhecem–na, porém implicitamente, assim como também professam a fé implícita, como se provou.

RESPOSTA À TERCEIRA. – Os sacerdotes oferecem os sacrifícios especialmente ordenados ao culto divino, não só por si, mas também pelos outros. Mas, há outros sacrifícios que qualquer pode oferecer por si a Deus, como do sobredito se colhe.