Capela Santa Maria das Vitórias

Missa no rito romano tradicional em Anápolis

Art. 4 — Se estar sentado à direita do Padre é próprio de Cristo.

O quarto discute-se assim. — Parece que estar sentado à direita do Padre não é próprio de Cristo.

1. — Pois, diz o Apóstolo: Deus nos ressuscitou e nos fez assentar nos céus com Jesus Cristo. Ora, ser ressuscitado não convém a Cristo. Logo, nem, pela mesma razão, estar sentado à direita de Deus, nas alturas.
2. Demais. — Como diz Agostinho, o estar Cristo sentado à direita do Padre é participar-lhe da beatitude. Ora isso o podem muitas criaturas. Logo, parece que estar sentado à direita do Padre não é próprio de Cristo.

3. Demais. — O próprio Cristo disse: Aquele que vencer eu o farei assentar comigo no meu trono, assim como eu mesmo, também depois que venci, me assentei igualmente com meu Pai no seu trono. Ora, Cristo está sentado à direita do Padre por lhe estar sentado no trono. Logo, também os outros que vencem estão sentados à direita do Padre.
4. Demais. — O Senhor diz: Terdes assento à minha mão direita ou à esquerda não me pertence a mim o dar-vo-lo, mas isso é para quem está preparado por meu Pai. Ora, tê-Ia-ia dito em vão se isso a ninguém estivesse preparado. Logo, estar sentado à direita do Padre não convém só a Cristo.

Mas, em contrário, o Apóstolo pergunta: A qual dos anjos disse alguma vez – Senta-te àminha direita, isto é, participa dos meus melhores bens, ou se o meu igual pela divindade? E como que responde: A nenhum. Ora, os anjos são superiores às outras criaturas. Logo, com maior razão, a ninguém mais, senão a Cristo, convém ter assento à direita do Pai.
SOLUÇÃO. — Como explicamos, dizemos que Cristo está sentado à direita do Padre, por ser igual a ele, pela sua natureza divina; e, pela sua natureza humana, frui de modo excelente, mais que qualquer outra criatura, dos bens divinos. Ora, uma e outra causa só a Cristo compete. Por onde, ninguém mais, nem anjo nem homem, pode sentar-se à direita do Padre, senão Cristo.

DONDE A RESPOSTA À PRIMEIRA OBJEÇÃO. — Sendo Cristo a nossa cabeça, tudo o que lhe é conferido, também a nós o é por meio dele. E por isso, tendo já ressuscitado, diz o Apóstolo que de certo modo nos ressuscitou consigo, que contudo ainda não ressuscitamos, mas havemos de ressuscitar, segundo aquilo do Apóstolo: Aquele que ressuscitou dos mortos a Jesus Cristo também dará vida aos vossos corpos mortais. E, conforme do mesmo modo de exprimir-se, acrescenta que nos fez assentar nos céus, isto é, pelo fato mesmo de aí estar sentado Cristo, nossa cabeça.
RESPOSTA À SEGUNDA. — Sendo a direita a felicidade divina, estar sentado àdireita não significa somente gozar da felicidade mas fruí-la, de certo modo com poder dominical, como própria e natural. O que só a Cristo convém, e a nenhuma outra criatura. — Podemos porém dizer, quetodo santo que goza da bem-aventurança está constituído à direita de Deus. Por isso diz o Evangelho: Porá as ovelhas àdireita.

RESPOSTA À TERCEIRA. — Trono, no lugar aduzido, significa o poder judiciário que Cristo tem, do Padre. E nesse sentido se diz que está sentado no trono do Pai. Os outros santos, porém, recebem o poder judiciário, de Cristo. E nessa acepção se diz que estão sentados no trono de Cristo conforme aquilo do Evangelho: Bastareis sentados sobre doze tronos e julgareis as doze tribos de Israel.

RESPOSTA À QUARTA. — Como explica Crisóstomo, esse lugar, isto é, o de quem está sentado à direita, é inacessível a todos, não só aos homens, mas também aos anjos. Pois, Paulo nos mostra o privilégio do Unigênito quando pergunta: A qual dos anjos disse alguma vez – senta-te à minha direita? O Senhor, assim, responde para condescender à suplicação dos que o interrogavam, e não que houvesse certos que haveriam de se assentar à direita do Padre. Pois, o que só pediam era ocupar ao lado dele lugar superior aos dos outros. – Mas também podemos dizer, que os filhos de Zebedeu pediam terem maior excelência que os outros, por participarem do poder judiciário de Cristo. E assim, não pediam os fizesse sentar à direita ou à esquerda do Padre, mas à direita ou à esquerda de Cristo