Capela Santa Maria das Vitórias

Missa no rito romano tradicional em Anápolis

Art. 3 ─ Se a ressurreição terá lugar de noite.

O terceiro discute-se assim. ─ Parece que a ressurreição não será durante a noite.

1. ─ Porque não haverá ressurreição, a menos que o céu não seja consumido, como diz a Escritura. Ora, cessado o movimento do céu, que é ser consumido, não haverá mais tempo, nem noite, nem dia. Logo, a ressurreição não terá lugar de noite.

2. Demais. ─ O fim é o que de mais perfeito devem ter as cousas. Ora, com a ressurreição terá fim o tempo; por isso diz a Escritura que então não haverá mais tempo. Portanto existirá o tempo na sua perfeição. Logo, haverá dias.

3. Demais. ─ A qualidade do tempo deve ser apropriada ao que nele se faz; por isso o Evangelho refere que Judas se separou de noite da convivência com Cristo, luz eterna. Ora na ressurreição todas as cousas agora ocultas terão a sua completa manifestação; porque quando vier o Senhor não só porá às claras o que se acha escondido nas mais profundas trevas, mas descobrirá ainda o que há de mais secreto nos corações, como diz o Apóstolo. Logo, a ressurreição deverá ser de dia.

Mas, em contrário. ─ A ressurreição de Cristo é o modelo da nossa. Ora, teve lugar de noite, como diz Gregório. Logo, também de noite será a nossa.

2. Demais. ─ O advento do Senhor é comparado pelo Evangelho à entrada de um ladrão numa casa. Ora, o ladrão penetra nas casas de noite. Logo de noite é que o Senhor virá. Ora, desde que venha terá lugar a ressurreição. Logo, esta se dará de noite.

SOLUÇÃO. ─ A hora exata da ressurreição não pode ser conhecida com certeza como diz o Mestre. Contudo dizem certos com alguma probabilidade que será no crepúsculo da manhã estando o sol no oriente e a lua a ocidente. Pois, é crença que o sol e a lua foram criados nessa disposição; de modo que o seu movimento circular se perfará pela volta completa ao ponto de partida. Por isso se diz que Cristo ressurgiu nessa hora.

DONDE A RESPOSTA À PRIMEIRA OBJEÇÃO. ─ A ressurreição não terá lugar no tempo, mas no termo do tempo; pois, no mesmo instante em que cessar o movimento do céu se dará a ressurreição dos mortos. Entretanto, os astros ocuparão então o mesmo lugar que ocupam através das idades num momento dado. E nesse sentido se diz que a ressurreição se dará em tal hora ou em tal outra.

RESPOSTA À SEGUNDA. ─ O momento mais perfeito do tempo é o do meio dia, por causa da maior intensidade da luz solar. Mas, na ressurreição a cidade de Deus não terá necessidade da luz da lua nem da do sol, porque o Senhor Deus a alumiará. Portanto, sob este aspecto, não importa que a ressurreição seja de dia ou de noite.

RESPOSTA À TERCEIRA. ─ O tempo da ressurreição convém que seja manifesto, quanto às causas que nele se realizarão; e o oculto quanto à sua determinação. Por isso pode muito bem convir que a ressurreição se dê tanto de dia como de noite.