Capela Santa Maria das Vitórias

Missa no rito romano tradicional em Anápolis

Questão 81: Da religião.

Em seguida devemos tratar de cada uma das partes das referidas virtudes, no atinente à intenção presente. E primeiro devemos tratar da religião. Segundo, da piedade. Terceiro, do respeito. Quarto, da gratidão. Quinto, da punição. Sexto, da veracidade. Sétimo, da amizade. Oitavo, da liberalidade. Nono, da epieiqueia.

Quanto às outras virtudes supra enumeradas, em parte, a saber, a concórdia e as outras que lhe são semelhantes, já as estudamos no tratado da caridade; e em parte, a saber, a boa comutação e a inocência, neste tratado da justiça. E quanto à legislação, no tratado da prudência.

Sobre a religião três questões devemos considerar. Primeiro, da religião em si mesma. Segundo, dos seus atos. Terceiro, dos vícios que lhe são opostos.

Na primeira questão discutem–se oito artigos:

Art. 1 – Se a religião ordena o homem só para Deus.
Art. 2 – Se a religião é uma virtude.
Art. 3 – Se a religião é uma só virtude.
Art. 4 – Se a religião é uma virtude especial distinta das outras.
Art. 5 – Se a religião é uma virtude teologal.
Art. 6 – Se a religião deve ser preferida às outras virtudes morais.
Art. 7 – Se a religião tem algum ato externo.
Art. 8 – Se a religião é o mesmo que a santidade.