Capela Santa Maria das Vitórias

Missa no rito romano tradicional em Anápolis

Questão 2: Do modo da união do Verbo Encarnado

Em seguida devemos tratar do modo da união do Verbo encarnado. E primeiro, quanto à união mesma. Segundo, quanto à pessoa que assumiu Terceiro, quanto à natureza assumida.

Na segunda questão discutem-se doze artigos:

Art. 1 — Se a união do Verbo encarnado se operou numa só natureza.
Art. 2 — Se a união do Verbo encarnado se fez na Pessoa.
Art. 3 — Se a união do Verbo encarnado se fez no suposto ou na hipóstase.
Art. 4 — Se a pessoa de Cristo é composta.
Art. 5 — Se em Cristo houve união de alma e de corpo.
Art. 6 — Se a natureza humana se uniu ao Verbo de Deus acidentalmente.
Art. 7 — Se a união da natureza divina e humana é algo de criado.
Art. 8 — Se união e assunção se identificam.
Art. 9 — Se a união das duas naturezas em Cristo é a máxima das uniões.
Art. 10 — Se a união da Encarnação se fez pela graça.
Art. 11 — Se à união da Encarnação precederam alguns méritos.
Art. 12 — Se a graça da união era natural ao homem Cristo.