Capela Santa Maria das Vitórias

Missa no rito romano tradicional em Anápolis

Questão 129: Da magnanimidade.

Em seguida devemos tratar de cada uma das partes da coragem, de modo porém que incluamos, nas quatro principais, enumeradas por Túlio, as outras; salvo o colocarmos a magnanimidade, de que também trata Aristóteles, em lugar da confiança.

Por onde, devemos tratar primeiro da magnimidade Segunda, da magnificência. Terceiro, da paciência. Quarto, da perseverança.

Na primeira questão devemos tratar primeiro da magnanimidade. Segundo, dos vícios opostos.

Na primeira questão discutem–se oito artigos:

Art. 1. – Se a magnanimidade tem por objeto as honras.
Art. 2. – Se a magnanimidade tem, por natureza, como objeto as grandes honras.
Art. 3 – Se a magnanimidade é uma virtude.
Art. 4 – Se a magnanimidade é uma virtude especial.
Art. 5 – Se a magnanimidade faz parte da coragem.
Art. 6 – Se a confiança pertence à magnanimidade.
Art. 7 – Se a segurança faz parte da magnanimidade.
Art. 8 – Se os bens da fortuna concorrem para a magnanimidade.